O caos na má aplicação dos recursos públicos corre pelo Canal do Frango de Patos

Desde 2011, a Prefeitura Municipal de Patos lida com os dois lados da moeda do tão conhecido Canal do Frango: o que deveria ser o canal e o que ele realmente é.

Apresentando ao povo como maior obra de macrodrenagem do interior do Nordeste, e, que seria responsável por drenar o Riacho de Frango que banha a cidade de Patos, o Canal do Frango saiu do papel após investimentos que giram em torno de 28 milhões de reais. Mas afinal, onde foi parar esse dinheiro? E porque é tão evidente a ineficácia da obra?

A obra iniciada no governo Nabor Wanderley em 2011 e inaugurada dois anos depois, durante o governo de Francisca Motta, proporcionou publicidade e agrado aos olhos inicialmente, porém perdurou-se durante anos sem funcionalidade eficaz, sendo abrigo para lixo e depósito de esgotos, o que consequentemente gera riscos à saúde pública.

O Canal do Frango que perdura até hoje sem parecer ter propósito definido já é responsável por degradar o meio ambiente, situação inversa ao que era proposto inicialmente. Além disso, moradores reclamam da fedentina do local, o que faz diminuir a circulação de pedestres, além do asfalto cedido, o matagal visível e calçadas desmanchando.

Após investimentos em diversas etapas e manutenção, aparenta-se que os gestores municipais até hoje não previram o mais importante: em Patos também chove! Dessa forma, a necessidade principal da cidade e promessa relacionada a obra não foi suprida, ou seja, não há drenagem do Riacho do Frango, e quando chove, tudo é inundado. Além disso, por não ser bem articulado e ter despejo de esgotos em grande parte da sua extensão, o Canal não só é ineficiente em conter a água, como também transporta sujeira e possibilidade de contaminação para a cidade.

Um dos maiores desserviços e símbolos do mau do uso do dinheiro público, o Canal do Frango já contou com diversas emendas parlamentarem que engordaram o orçamento geral da obra. Em quase dez anos quantos governantes já passaram pela prefeitura? Nenhum notou que também chove em Patos?

Em outubro do ano passado, a TV SOL exibiu uma reportagem especial feita pelo jornalista Geverton Martins mostrando os detalhes do Complexo de Canais da Bacia do Franco, bem como os transtornos e insatisfação popular com a obra. Assista abaixo:

por Papo Político com Direita Patos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.