TCE-PB homologa cautelar que suspende gratificações da Prefeitura de Patos

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) realizou, na manhã desta quarta-feira (06), a primeira sessão ordinária por videoconferência.

Na ocasião, os conselheiros referendaram a Medida Cautelar para manter restrições a pagamentos relativos aos serviços de limpeza urbana, bem como a suspensão de gratificações supostamente irregulares no município de Patos, no Sertão paraibano, concedendo prazo de 15 dias para as justificativas do prefeito interino Antônio Ivanes de Lacerda (Republicanos).

O processo nº 18291/19, sob a relatoria do conselheiro substituto Oscar Mamede Santiago Melo, trata de uma inspeção especial de acompanhamento da gestão na Prefeitura Municipal de Patos, envolvendo o exercício de 2019, sob a responsabilidade do gestor Ivanes.

por Papo Político

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.