Brasil vive novo domingo de atos a favor e contra governo Bolsonaro

Grupos favoráveis e contrários ao governo do presidente Jair Bolsonaro se manifestam em diferentes locais de Brasília na manhã deste domingo (7). Também foram registrados protestos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Belém e Porto Alegre.

Na capital federal, um dos atos ocorreu na Esplanada dos Ministérios, com pautas como o combate ao racismo e também com críticas ao governo. Eles começaram por volta das 9h em frente ao Museu Nacional, com manifestantres a pé com faixas e cartazes, de forma pacífica.

Apoiadores do presidente se concentraram em outro ponto da Esplanada. O ministro-chefe do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Augusto Heleno, apareceu em frente ao Palácio do Planalto e cumprimentou policiais militares.

Um pequeno grupo de apoiadores do presidente foi ao portão do Palácio da Alvorada. Por volta do meio-dia, Bolsonaro apareceu lá e conversou com eles. Em seguida, retornou à residência oficial.

A Polícia Militar tenta evitar que grupos contrários se encontrem. O presidente chegou a pedir, durante uma transmissão ao vivo na quinta-feira (5), que seus apoiadores não fossem às ruas hoje devido aos protestos organizados por opositores.

Diversos partidos políticos da oposição ao governo também pediram que não houvesse manifestações pelo grande risco de disseminação do coronavírus. Não havia registro de incidentes nos atos na capital federal até as 11h.

por R7 com RecordTV e Agência Estado

fotos: Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.