Alunos receberão máscaras com viseira na volta às aulas em Coreaú, no Ceará

Com o objetivo de evitar a propagação do novo coronavírus por gotículas de saliva, os alunos da rede pública de Coreaú, no interior do Ceará, vai adotar máscaras com viseira, que protegem, também, a região do olhos.

Serão distribuídas um total de 7 mil máscaras, produzidas por uma empresa do distrito de Ubaúna, a alunos de 16 escolas municipais da cidade. Na última semana antes da volta às aulas, o que deve acontecer no início de agosto, 3.500 unidades já serão entregues aos estudantes. No primeiro momento, cada aluno receberá uma unidade e, no fim de agosto, serão entregues as outras 3.500 máscaras.

O equipamento de proteção também foi pensando para se adaptar as diferentes situações do dia a dia escolar. “Os visores são removíveis. Temos crianças que usam óculos e precisarão tirar o visor neste momento”, pontua o secretário da Educação de Coreaú, Arcelino Da Silva Batalha. “Estamos com a previsão de retorno em 1º de agosto. Por enquanto, estamos organizando as escolas, fazendo uma grande adaptação, colocando pias nas entradas das instituições”, explica

Segundo a Plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde (Sesa) do Ceará, atualizada às 14h55 desta segunda-feira (8), Coreaú registra 237 casos confirmados de Covid-19 e 2 óbitos. Um total de 195 pessoas já se recuperaram da doença na cidade. Em todo o Estado, o número passa de 64 mil infectados e 4 mil óbitos.

Plano de volta
Em relação ao Plano de Retomada Econômica no Ceará, as escolas estão na última fase e precisarão seguir um conjunto de exigências de higienização e distanciamento para evitar a transmissão do vírus.

Pensando nisso, também estão sendo instaladas 16 cabines de higienização em todas as escolas municipais de Coreaú, além de 8 túneis de desinfecção nas instituições com mais de 200 alunos. O material está sendo produzido no município de Sobral, na região Norte.

“Vamos iniciar primeiro com o Fundamental II, em dias intercalados. Alguns estudantes terão atividades remotas e outros encontros presenciais. Depois, retorna o Fundamental I e para finalizar o Infantil”, explica Batalha. Na volta, algumas exigências serão a medição de temperatura corporal; proibição de abraços; e intervalo para alimentação sendo realizado na própria sala de aula.

As crianças que apresentarem temperatura acima do normal ou com sintomas gripais, terão que voltar para casa ou, dependendo do caso, ser levado à uma unidade de saúde. Neste primeiro momento, creches

e alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos seguirão com as aulas a distância, através de plataformas virtuais,

Medidas Adotadas:

Medição da temperatura corporal na entrada;
Será preciso passar por um túnel de desinfecção;
Uso obrigatório de máscaras com viseiras;
Desinfecção das mãos com álcool gel;
Cabines Sanitárias com pias e refil de álcool gel;
Aproximações e abraços serão proibidos;
Alimentação realizada na sala de aula;
Entrada e saída organizadas;
Distância de pelo menos 1,5 metro entre os alunos;
Cada aluno deverá levar seu recipiente de água;
Salas diariamente desinfectadas após o término de cada turno;
Professores deverão usar protetores faciais.

Foto: Divulgação

por Rodrigo Rodrigues/ G1 CE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.