Deputado paraibano emplaca mais um aliado em importante cargo do governo Bolsonaro

Os esforços do presidente Jair Bolsonaro em estreitar laços com o Centrão rendeu a nomeação para um dos cargos de maior destaque no enfrentamento à pandemia de coronavírus. A parceria emplacou o professor paraibano e farmacêutico Arnaldo Correia de Medeiros como o novo secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, um dos setores mais importantes da pasta e protagonista na guerra contra a covid-19. A indicação é do deputado federal Wellington Roberto, líder do PL na Câmara dos Deputados, essa é a segunda indicação do parlamentar paraibano no governo do presidente Jair Bolsonaro.

A nomeação está publicada no Diário Oficial da União, da semana passada, e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto. O cargo tinha sido ocupado por Wanderson de Oliveira, servidor de carreira da pasta que permaneceu no cargo desde a gestão de Luiz Henrique Mandetta, e que era um dos únicos em função de confiança a se manter com Nelson Teich, na sua passagem pelo Ministério da Saúde. Com a saída de Wanderson, quem o substituía era Eduardo Macário, mas interinamente.

O novo secretário de Vigilância em Saúde é a 11ª indicação do Centrão desde que Bolsonaro iniciou a aproximação. O nome foi apresentado pelo líder do PL na Câmara, Wellington Roberto (PB), e aprovado pelo ministro interino, general Eduardo Pazuello, no início da semana.

Arnaldo é graduado em Farmácia pela Universidade Federal da Paraíba e é mestre em Bioquímica e Imunologia pela Universidade de Minas Gerais. O novo secretário também é doutor em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo e tem especialização em Gestão Hospitalar pelo Hospital Sírio-Libanês. Com experiência na área da saúde, ele atua como professor titular da UFPB.

FNDE- Essa é a segunda indicação de Wellington no governo Bolsonaro, a primeira foi a do advogado Garigham Amarante Pinto foi nomeado para o cargo de Diretor de Ações Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação.

Segundo apurou à Câmara dos Deputados, Garigham exerceu até a última sexta-feira (15) o cargo de assessor técnico na liderança do Partido Liberal, função exercida pelo deputado Wellington Roberto da Paraíba.

por Portal Correio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.