Ministério Público da PB vai fazer “varredura” em gastos com diárias e passagens na pandemia

O Ministério Público vai investigar a aplicação de recursos públicos em diárias e no pagamento de passagens e locomoção por parte de prefeituras e câmaras de vereadores paraibanas, durante a pandemia do coronavírus. A informação é do promotor Reynaldo Serpa, um dos membros do Centro de Apoio Operacional (CAOP) de Defesa do Patrimônio Público.

O procedimento será instaurado após levantamento feito pelo blog, com base em dados do Tribunal de Constas (TCE-PB), que constatou gastou superiores a R$ 5 milhões com diárias e passagens nos cinco primeiros meses deste ano.

“Vamos abrir um procedimento para gente reprimir esse uso de diárias e o ressarcimento de passagens nesse período emergencial”, disse ao blog Reynaldo Serpa.

Os gastos

No caso de diárias, os municípios paraibanos gastaram R$ 2,9 milhões no período. Os Legislativos somaram pouco mais de R$ 160 mil. Já com despesas de passagens e locomoção o montante desembolsado pelas prefeituras foi de R$ 1,9 milhão. Já as Câmaras usaram R$ 47,4 mil para custear esse tipo de gasto.

por João Paulo Medeiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.