Em meio à pandemia, prefeitura de Pombal faz carreata e entrega brindes ao som do jingle eleitoral

Os primeiros dias do mês de julho foram marcados por duas informações conflitantes na cidade de Pombal, no Sertão. A primeira foi liberação de R$ 4,2 milhões pelo Ministério da Saúde para o enfrentamento à Covid-19 no município. A segunda foi uma carreata ao som de muito forró e que provocou aglomerações por onde passou na cidade. Mas não apenas isso. O prefeito, ex-deputado estadual Doutor Verissinho (MDB), mandou distribuir kits de higiene ao som do jingle da campanha eleitoral dele de 2016. E aí está o problema: ele é virtual candidato à reeleição.

As ações ocorreram na quarta-feira (1º) e na quinta-feira e não demoraram para viralizar nas redes sociais na cidade sertaneja. O “Arraiá Itinerante” foi puxado pela primeira-dama e atual secretária do Trabalho e Desenvolvimento Social, Mayenne Van Bandeira Lacerda. Ela também já foi candidata na cidade, mas foi derrotada em 2012. As imagens mostram que durante a entrega de brindes, os moradores de bairros mais carentes da cidade são convidados a sair às ruas para dançar.

“Olha eu, olha eu aqui de novo, junto e misturado com o povo. Olha eu, olha eu aqui de novo. Pronto para trabalhar pelo povo”, era o refrão do jingle tocado no carro de som que puxava a ação coordenada pelo município. É a mesma utilizada na campanha eleitoral de 2016, segundo o checado pelo blog. Também foram distruídas máscaras com emblema da prefeitura para os moradores. A mobilização acontece no momento em que a cidade registra 154 casos do novo Coronavírus. O número de infectados no Estado beira os 50 mil e 1.044 pessoas morreram desde o início da pandemia.

De acordo com o checado pelo blog, as imagens já foram repassadas para o Ministério Público. O órgão, vale ressaltar, tem aberto investigações sobre iniciativas semelhantes ocorridas em outros municípios. Pelo novo calendário eleitoral, a campanha de rua terá início após os registros de candidatura em 26 de setembro. Qualquer manifestação anterior a isso, principalmente com uso de dinheiro público, pode ser considerado crime eleitoral.

por Suetoni Souto Maior

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.