Ricardo Coutinho, Amanda Rodrigues e mais seis viram réus no ‘caso Lifesa’

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB); a esposa de Ricardo e possível pré-candidato à Prefeitura de João Pessoa, Amanda Rodrigues; o irmão de Ricardo, Coriolano Coutinho; o ex-secretário de Saúde do Estado, Waldson de Sousa; o ex-procurador-Geral do Estado, Gilberto Carneiro; Maurício Rocha Alves, Daniel Gomes e Aluísio Freitas, viraram réus no caso que investiga fraudes no Laboratório Industrial Farmacêutico do Estado da Paraíba.

A decisão foi tomada pelo juiz Adilson Fabrício Gomes, da 1ª Vara Criminal de João Pessoa, que recebeu a denúncia apresentada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). O caso Lifesa começou a ser investigado após desdobramento da Operação Calvário, que investiga suposto esquema de corrupção no Governo do Estado entre os anos de 2011 e 2018, na administração de Ricardo Coutinho.

Na investigação, o MPPB afirma que Ricardo era proprietário de uma empresa que detinha 49% do lucro dos medicamentos vendidos para o estado.

“[O] MP relata que os réus uniram esforços om o fim de praticar delitos de lesa-pátria e para isso arquitetaram engenhoso esquema para apropriação de verbas públicas, praticando fraudes, valendo-se de organizações sociais e da adoção massiva de métodos fraudulentos de contratação, tais como superfaturamento, dispensa indevida de licitação, processos licitatórios viciados, entre outras práticas desvirtuadas”.

por Fonte 83

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.