Prefeito paraibano gravado com dinheiro na cueca tem liberdade concedida pelo STF

João Bosco Fernandes (PSDB) foi preso na Operação Pés de Barro, que investigou desvios de recursos para obras de uma adutora no Sertão da PB.

Veja o vídeo

O prefeito afastado de Uiraúna, no Sertão da Paraíba, João Bosco Fernandes (PSDB) teve liberdade concedida pelo Supremo Tribunal Federal, sob o pagamento de fiança. João Bosco apareceu em imagens coletadas pela Polícia Federal com dinheiro que seria propina na cueca.

A liberdade de João Bosco foi concedida sob o pagamento de fiança de R$ 522.500,00. A defesa do prefeito afastado disse que está tentando diminuir o valor da fiança, mas que a família já está levantando o valor para liberá-lo do presídio segunda-feira, em João Pessoa.

De acordo com a decisão do ministro Celso de Mello, o prefeito deve continuar afastado do cargo e está proibido de entrar na sede da Prefeitura de Uiraúna e e de suas respectivas Secretarias quanto em todos os locais em que se exerça qualquer atividade administrativa relacionada ao município.

Além de João Bosco Fernandes, outro envolvido na Operação Pés de Barro, Israel Nunes de Lima, que atuava como secretário parlamentar do deputado Wilson Santiago (PTB), também teve liberdade concedida sob o mesmo valor de fiança.

Israel também aparece em imagens da Polícia Federal com uma mochila com R$ 50 mil entregues pelo delator da operação no aeroporto de Brasília. De acordo com a decisão, Israel não deve exercer o cargo de secretário e nem poderá acessar a Câmara dos Deputados.

por G1 PB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.