Renato Feder nega convite para ser ministro da Educação

Renato Feder, secretário de Educação do Paraná, utilizou uma de suas redes sociais para declinar o convite do presidente Jair Bolsonaro que assumisse o Ministério da Educação (MEC).

A recusa foi anunciada em meio a uma enxurrada de ataques por parte da bancada evangélica, apoiadora do governo de Bolsonaro, assim como pela ala olavista, seguidora de Olavo de Carvalho.

Desde a manhã da última sexta-feira, 3, Renato Feder estava sendo cogitado como o próximo nome para liderar a pasta da educação.

Pressão nas redes sociais

Assim que a escolha de Renato Feder começou a ganhar força, as pressões para que a nomeação não desse certo aumentaram também.

A tensão não se deu abertamente no Congresso, vale saber. Ela se deu nas redes sociais, mais precisamente no Twitter.

Entre as razões para o teor combativo das postagens, está a possível aproximação de Feder com personalidades tidas como “inimigas” do governo. Foram ressaltadas relações dele, por exemplo, com o governador de São Paulo João Doria à época em que era prefeito da capital paulista. Assim como com o apresentador Luciano Huck, que encabeça campanhas de educação e supostamente tem o apoio de Feder.

Declínio de Renato Feder no Facebook

O anúncio de que não aceitará o convite para estar à frente do MEC foi feito na página de seu Facebook. Na mesma publicação, Renato Feder ressaltou que permanece com a secretaria no governo do Paraná.

“Recebi na noite da última quinta-feira uma ligação do presidente Jair Bolsonaro me convidando para ser ministro da Educação. Fiquei muito honrado com o convite, que coroa o bom trabalho feito por 90 mil profissionais da Educação do Paraná. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro, por quem tenho grande apreço, mas declino do convite recebido. Sigo com o projeto no Paraná, desejo sorte ao presidente e uma boa gestão no Ministério da Educação”, escreveu Renato Feder.

Lembrando que o MEC está sem ninguém no comando após a rápida passagem de Carlos Alberto Decotelli da Silva, que teve seu currículo questionado por diversas instituições. Foram comprovadas incongruências em várias de suas formações.

por Notícias Concursos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.