Prefeito interino de Patos diz que câmara se equivocou com avaliação de projeto e afirma que vai entrar com representação contra vereador

O projeto de lei de autoria do poder executivo da cidade de Patos (PB), que pedia autorização ao poder legislativo para que o prédio do Fórum Miguel Sátiro fosse doado ao Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, acabou não sendo aprovado em segunda votação, na sessão remota que aconteceu na última quinta-feira, dia 2 de julho.

Nesse último final de semana, o prefeito interino de Patos, Ivanes Lacerda, foi entrevistado pelo jornalista Mizael Nóbrega pela Rádio Universitária de Patos, e na oportunidade colocou suas considerações a respeito da não aprovação.

Ivanes disse que ficou surpreso com a decisão de alguns vereadores que no último momento votaram contra o projeto. Ele atribuiu a derrota do projeto a um julgamento político por maioria dos vereadores da Casa Juvenal Lúcio de Sousa.

O prefeito aproveitou o momento para explicar que o terreno onde foi construído o Fórum de Patos foi uma concessão realizada pelo município na década de 70, onde o estado se responsabilizou de construir o prédio. Portanto, Ivanes garante que em nenhuma hipótese pretendia doar um terreno do município, pois jamais voltará a ser do município, uma vez que não existe mais a possibilidade do município reaver o terreno.

Em resumo, Ivanes Lacerda detalhou que o projeto de lei visava apenas regularizar uma situação já existente, ou seja, seria apenas tornar oficial o repasse do terreno, para que posteriormente o TJPB realizasse as devidas adequações visando abrigar um polo de justiça na cidade de Patos.

Ele garantiu, inclusive, que os representantes do Tribunal de Justiça alegaram que devido à contenção de gastos, queriam apenas reformar o prédio, mas que para isso a doação que foi feita há muitos anos atrás deveria ser oficializada.

E considerou que a não aprovação do projeto foi resultante de uma manobra política equivocada, que não tinha qualquer interesse no que realmente estava sendo mostrado e justificado.

Prefeito responde à acusação de vereador

Ivanes Lacerda também citou a acusação lançada por um vereador patoense, que segundo ele, teria afirmado que a doação do terreno do Fórum de Patos seria em troca de um parecer do TJPB, para manter o prefeito Dinaldo Filho afastado pelo resto do mandato que encerra este ano.

Diante do fato, o prefeito interino disse que vai entrar com uma representação contra o vereador, já que trata-se de uma acusação muito séria, inclusive envolvendo o tribunal de justiça do estado.

Ouça mais detalhes no áudio que segue abaixo.

por Patos Online

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.