Associação Médica Brasileira (AMB) vê jogo político em ataques à hidroxicloroquina

A Associação Médica Brasileira (AMB) defendeu o uso da hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19 por meio de uma nota divulgada neste domingo (19). O posicionamento aconteceu dois dias após a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) recomendar que o medicamento não seja usado contra a infecção.

A AMB citou o estudo da revista científica The Lancet, que continha vários dados errados acerca da pandemia e depois foi retirado do ar. Para a diretoria, a situação saiu do campo médico e se tornou um discurso de viés político.

Os holofotes da sociedade voltados para a pandemia, e em especial para a classe médica, por vezes acabam alimentando vaidades e ofuscando a percepção sobre a tênue fronteira entre o campo técnico-científico e o campo político/ideológico/partidário. Médicos, entidades, políticos, influenciadores e palpiteiros seguem monitorando estudos sobre o uso de hidroxicloroquina em pacientes acometidos pela Covid-19.

Na nota, a associação ainda critica o uso irresponsável que vem sendo feito de “análises criativas” dos atuais estudos sobre o fármaco. Os diretores alertam que os recentes estudos sobre a hidroxicloroquina ainda carecem de evidências.

É bastante provável que cheguemos ao final da pandemia sem evidências consistentes sobre tratamentos. E também sobre diversos outros aspectos próprios de uma nova enfermidade. Pois estudos adequados e robustos são caros e demorados. E estamos falando de uma medicação barata, que, portanto, não tem, nem terá financiamento da indústria que suporte os investimentos necessários para minimizar as incertezas.

por Rafael Ramos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.