Toffoli defende que juiz só possa ser candidato 8 anos após deixar cargo

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, defendeu que juízes e membros do Ministério Público só possam se candidatar a cargos políticos oito anos após deixarem a magistratura.

A imposição do prazo teria que ser aprovada pelo Congresso Nacional.

“Eles tinham que colocar na Lei de Inelegibilidades a inelegibilidade de magistrados e membros do Ministério Público por pelo menos 8 anos”, disse Toffoli.

“Porque assim se evitaria de utilização da magistratura e do poder imparcial do juiz para fazer demagogia, aparecer para a opinião pública e depois se fazer candidato. Quem quer ser candidato tem que deixar a magistratura, tem que deixar o Ministério Público, e há de haver um período de inelegibilidade sim”, afirmou o ministro.

O presidente do STF fez as afirmações durante sessão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), quando era julgada a proibição a um juiz do Maranhão para participar de debates na internet com políticos do estado.

O ministro afirmou que o caso em julgamento seria representativo.

“Esse caso é paradigmático, porque a imprensa começa a incensar determinado magistrado e ele já se vê candidato a presidente da República, sem nem conhecer o Brasil, sem nem conhecer seu estado, sem ter ideia do que é a vida pública”, disse Toffoli.

Toffoli não citou nenhum caso específico ao defender o prazo de inelegibilidade para magistrados.

O nome do ex-juiz Sergio Moro costuma ser lembrado como possível candidato à Presidência da República em 2022. Moro comandou a Lava Jato em Curitiba e deixou o Judiciário para ser ministro da Justiça no governo Jair Bolsonaro (sem partido).

No Congresso já há projeto em tramitaçãoque busca impor uma quarentena para que juízes e membros do Ministério Público possam se candidatar a cargos eletivos.

Na sessão de hoje, o CNJ confirmou a decisão liminar (provisória) do corregedor Humberto Martins e manteve a proibição ao juiz Douglas de Melo Martins para participar de lives que possam ter conotação político-partidária.

O juiz maranhense ganhou notoriedade ao determinar o lockdown (bloqueio total) na Região Metropolitana de São Luís.

por Politica Pra Quem Gosta Com informações do Uol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.