Dilma faz acusação confusa contra a PM e leva resposta

Famosa por seus discursos nada didáticos e por misturar diversos termos desconexos e pouco compreensíveis para a maioria das pessoas, a ex-presidente Dilma Rousseff protagonizou mais um episódio de confusão com a língua portuguesa na tarde de sexta-feira (14) ao acusar, através de sua conta no Twitter, a Polícia Militar de Minas Gerais de gravar o que chamou de “ação fascista”.

A própria PM está filmando e exibindo a sua ação truculenta contra os moradores do Quilombo Campo Grande, em Minas. Isto significa, literalmente, um ato de guerra híbrida e uma ação fascista – escreveu Dilma.

Prontamente, a corporação aproveitou para responder o questionamento feito pela ex-chefe de Estado. Na mensagem, a PM mineira afirmou que não conseguiu entender a afirmação de Dilma e o comentário logo viralizou nas redes sociais.

Não conseguimos entender o que a senhora quis dizer… – escreveu a PM de Minas Gerais.

No Twitter, o assunto logo ganhou repercussão e a mensagem de resposta se espalhou por diversos perfis. Na postagem original, o número de curtidas até a manhã deste sábado já chegava a quase 4 mil.

Os internautas também aproveitaram para lembrar algumas das inúmeras falas confusas feitas por Rousseff como os famosos “estocar vento”, “humanidade mais humana”, “saudar a mandioca”, “colocar meta, deixar a meta aberta, atingir a meta e dobrar a meta” e diversos outros pronunciamentos embaralhados.

por Paulo Moura/Pleno News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.