Weintraub defende pena de morte para pedófilos e corruptos

Nesta sexta-feira (28), o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, usou as redes sociais para defender a pena de morte para quem comete crimes extremos e irrefutáveis. Na publicação, ele esclareceu que as declarações tratam-se apenas de sua opinião pessoal.

Dois tipos de crime apontados por Weintraub foram pedofilia e corrupção.

– Minha opinião pessoal é que a pena de morte pode nos devolver a esperança. Comecemos em duas frentes: corrupção e pedofilia. Apenas casos extremos e irrefutáveis. Material genético dentro de uma criança (sêmen/bebê); mais de R$ 55 milhões (10k USD) de recursos sem origem legal – escreveu.

Casado e pai de três filhos, Weintraub já usou o Twitter anteriormente para protestar contra crimes de pedofilia. No último dia 17, ele manifestou a favor da morte do tio que estuprou a própria sobrinha de 10 anos, no interior do Espírito Santo. Na ocasião, o ex-ministro se mostrou indignado com o caso, que representa vários outros registrados no país.

– Morte ao monstro! ‘Não dá, é cláusula pétrea…’. Mudem essa Constituição! Ela não representa os valores dos brasileiros! Seremos livres quando demônios forem julgados, condenados e legalmente executados. Qual o risco de erro? Há material genético provando o estupro da criança. Quem pode ser contra a pena de morte para um monstro desses? – escreveu ele, à época.

Publicação de Weintraub/Foto: Reprodução

por Pleno News

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.