Estado da Paraíba deve pagar R$ 50 mil de danos morais por morte de socioeducando

O Estado da Paraíba foi condenado pela Justiça a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais aos pais de um socioeducando que foi morto no Centro Educativo Lar do Garoto Padre Otávio Santos, em Lagoa Seca. O jovem morreu em 2017 e a condenação foi divulgada nesta quarta-feira (16).

Através da assessoria, o procurador-geral do Estado Fábio Andrade disse que a procuradoria ainda não foi intimada sobre o caso, porém, quando forem intimados, será avaliado o cabimento de recurso.

De acordo com o Tribunal de Justiça da Paraíba, um socioeducando do Centro Educativo Lar do Garoto Padre Otávio Santos foi morto por colegas de carceragem em 2017. Segundo o juiz convocado Miguel de Britto Lyra Filho, na decisão, “o Estado não cumpriu a sua função de zelar pela integridade física do menor internado, resta-lhe a obrigação indenizatória”.

A indenização foi fixada em R$ 50 mil e, de acordo com a Justiça, foi utilizado dos critérios da equidade e da razoabilidade para determinar o valor. Ainda de acordo com a decisão, o juiz explicou que “valor dos danos morais fixados deve primar pelo equilíbrio, de forma que não seja tão baixo ao ponto de gerar a sensação de impunidade, nem tão elevado ao ponto de caracterizar o enriquecimento da parte afetada”.

por Redação do Vale do Piancó Notícias com G1

Foto: Ednaldo Araújo/TJPB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.