Fenômeno La Niña deve interferir em preços de óleos naturais em 2021

A Fitch Rating prevê que o padrão climático provocado pela passagem do fenômeno La Niña, que induz maior incidência de chuvas, deve interferir nas regiões produtoras de óleo de palma bruto (CPO) da Indonésia e da Malásia, impulsionando o crescimento dos frutos. Como consequência, a produção do óleo natural tende a subir e reduzir os preços, diz a Fitch Ratings.

No entanto, a maior precipitação também pode levar a inundações e pode afetar a produção, sustentando os preços nos próximos três a seis meses. “Presumimos que os preços médios caiam para US$ 560 a tonelada em 2021 em virtude do aumento da produção, além do risco de menor demanda de biodiesel na Indonésia, por causa dos fracos preços do petróleo bruto.”

A duração e a intensidade do La Niña são um risco importante para as projeções de preços em 2021, já que o fenômeno prolongado e forte poderia atingir a produção, não apenas do óleo de palma, mas de outros óleos comestíveis concorrentes.

por Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.