Equipes da Prefeitura de João Pessoa já visitaram mais de mil residências em busca de pessoas com sintomas da Covid-19

As equipes que participam do inquérito e investigação epidemiológica da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) já visitaram nos dois primeiros ciclos da pesquisa, 1.004 domicílios com a realização do monitoramento e busca ativa de sintomáticos de covid-19. Só neste sábado (7), segundo ciclo da ação, foram visitadas 500 residências, sendo realizados 500 testes rápidos para o coronavírus e 19 exames SWAB.

O levantamento, feito por coleta de dados por amostragem, e as notificações com informações devem apontar a circulação viral e a soroprevalência de casos de covid-19 na Capital. As atividades do inquérito e investigação epidemiológica acontecem a cada duas semanas, aos sábados, alcançando 64 bairros da cidade, com visitas domiciliares.

Ao todo, 45 equipes de profissionais de saúde estão fazendo o trabalho de captação e coleta de dados, que tiveram início no último dia 24 de outubro e seguindo com o terceiro e quarto ciclos previstos para os dias 21 de novembro e 5 de dezembro. Após cada ação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) elabora o relatório e divulga o boletim com a avaliação dos dados consolidados.

“Nesta etapa, o objetivo é fazer a busca ativa de casos sintomáticos, para que possamos avaliar a circulação viral do momento atual. Desta forma, podemos também avaliar a transmissibilidade e a densidade dessa circulação viral do novo coronavírus, o que possibilitará tempo oportuno de intervir nessa transmissão”, completou.

No primeiro ciclo desta etapa, as equipes realizaram 504 testes rápidos, sendo que 20% das amostras apresentaram resultado positivo para o novo coronavírus. Além dos testes rápidos, as equipes também realizaram 20 exames SWAB e, desses, sete apresentaram reagente positivo.

“As equipes estão sendo recebidas e realizando um teste rápido por residência. Quando há notificação de casos sintomáticos com até oito dias de sintomas, é acionada uma outra equipe que vai até a residência fazer a coleta para o exame SWAB. Nessa avaliação, já orientamos para que haja o isolamento, que é importante para evitar a transmissibilidade e a circulação viral da doença”, destacou Daniel Batista de Araújo, sanitarista e gerente da Vigilância Epidemiológica da SMS.

Atividade de Campo – As visitas são realizadas em residências sorteadas por amostragem. O residente responderá o questionário epidemiológico, por meio de entrevista, com a finalidade de obter informações sobre sua suscetibilidade, riscos de contaminação em ambiente profissional, contato prévio com indivíduos contaminados pelo coronavírus, entre outras informações técnicas e sociais.

Se sintomático e, em tempo de coleta do exame SWAB, a equipe de apoio será imediatamente acionada. Caso, no momento, já tenha passado por sintomas, e esteja assintomático, será realizado teste sorológico para estudo da soroprevalência no município. Além do trabalho técnico e de pesquisa, os profissionais também orientam sobre os cuidados, forma de prevenção e que os sintomáticos de qualquer síndrome viral procurem um serviço de saúde de referência, para que seja garantida a assistência e evitar o agravamento da doença.

Todos os profissionais envolvidos na ação utilizam crachás de identificação e portam um documento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de João Pessoa, explicando sobre o inquérito epidemiológico. Em casos de dúvidas, ou para mais informações, a população pode também ligar para o número (83) 3214-7938.

por Secom JP

Foto: Niaranjan do Ó/Secom-JP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.