Prefeitos estão dificultando transição para gestores eleitos, denuncia Apam

A Associação Paraibana de Advocacia Municipalista (Apam) está preocupada com o número de novos gestores que ainda não tiveram acesso à realização da transição de governo nos municípios do interior do Estado.

De acordo com o presidente da Apam, Marco Villar (foto), muitos prefeitos têm dificultado o acesso dos eleitos para a realização do processo, que é previsto em lei, e, por conta disso, os novos gestores poderão, a partir de janeiro, decretar estado de emergência financeira e administrativa.

– O prazo seria de 45 dias para transição governamental, e esse processo é de suma importância, porém estamos vendo que não está ocorrendo. Alguns prefeitos eleitos estão se valendo da Justiça para isso e correndo contra o tempo para ter a mínima informação possível para gerir a sociedade. Pode ser que alguns municípios cheguem ao ato de decretar estado de emergência financeira e administrativa, por não terem tido informações básicas, como folha de pagamento, gestão da saúde, gastos necessários e outros – questionou.

Villar destacou a necessidade da transição governamental para que a sociedade não sofra solução de continuidade e apelou que tudo seja feito da melhor maneira possível.

por Redação do paraibaonline

foto: Ascom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.