“Canalhas lucrando com quem está morrendo sem ar”, diz Julian Lemos sobre drama em Manaus

O deputado federal Julian Lemos (PSL) publicou em suas redes sociais o áudio de um profissional do setor da Saúde lotado em Manaus, detalhando o superfaturamento de preços que está sendo praticado por pessoas que estão tentando lucrar financeiramente com o caos que se estabeleceu na cidade.

De acordo com o depoimento recebido, os valores cobrados por luvas plásticas, máscaras e cilindros de oxigênio dispararam graças a aproveitadores.

Ainda segundo as informações repassadas, em Manaus, uma caixa com 100 unidades de luvas plásticas, que antes era comprada por R$ 15 (quinze reais) hoje está custando até R$ 120 (cento e vinte reais). A caixa de máscaras, antes adquirida por no máximo R$ 25 (vinte e cinco reais) agora são vendidas por valores superiores aos R$ 100 (cem reais) e os cilindros que custavam R$ 600 (seiscentos reais) agora chegam a custar até R$ 2,5 (dois mil e quinhentos reais).

Os profissionais da Saúde em Manaus estão trabalhando de forma precária em hospitais que, nesta crise, sequer dispõe de água para o funcionamento.

Informações contidas no áudio também revelam que muitos pedidos de transferências bancárias via PIX estão sendo feitos indevidamente para desvio de finalidade.

“Um cilindro de oxigênio custa entre 600 a 700 Reais. No Amazonas estão vendendo entre 2 a 2.500 Reais, canalhas lucrando com quem está morrendo sem ar, superfaturando com a morte, dizer o que desse país? E ainda continuam negando e politizando essa tragédia!”, desabafou Julian Lemos.

Confira abaixo a íntegra do depoimento recebido e publicado pelo parlamentar em suas redes sociais:

por Redação ParaíbaRádioBlog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.