Mãe do presidente Jair Bolsonaro recebe vacina contra a Covid-19

A mãe do presidente Jair Bolsonaro, Olinda Bunturi Bolsonaro, de 93 anos, se vacinou às 10h30 desta sexta-feira (12) em casa, na região central de Eldorado, no interior paulista. Hoje foi o último dia destinado pelo município para sua faixa etária tomar a primeira dose contra a covid-19.

A informação foi confirmada pelo diretor de Saúde de Eldorado.

O município com pouco mais de 15 mil habitantes localizado no Vale do Ribeira começa a imunizar pessoas entre 85 e 90 anos a partir de segunda-feira (15).

Eldorado recebeu doses da CoronaVac, desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e da farmacêutica AstraZeneca, feita em conjunto com a Universidade de Oxford.

O nome de Olinda está, portanto, entre os 1.311 moradores que receberam a dose, de acordo com o site do Governo de São Paulo Vacina Já.

Não é possível saber qual dos imunizantes ela tomou. O enfermeiro Valter (não foi informado o sobrenome) foi o responsável pela aplicação.

Idosos têm o direito de receber em casa o profissional de saúde por causa de problemas de locomoção comuns às pessoas mais velhas.

Obrigatoriamente, as pessoas precisam se vacinar nos municípios em que residem.

Por morar perto da unidade João Victorino Ferreira, a mãe do presidente tomou no local todas as vacinas anteriores. Em 2020, ela foi receber o imunizante contra o vírus influenza, que causa a gripe.

Olinda virou notícia graças ao seu filho, Jair Bolsonaro. O presidente afirmou no fim do ano passado que não tomaria a vacina contra a covid-19 e que ia conversar com a família para definir se a mãe receberia as aplicações do imunizante.

No fim de semana, o presidente afirmou à TV Bandeirantes que tinha votado a favor da vacinação de Olinda em um “plebiscito” realizado entre os irmãos. Mas não antecipou o resultado da votação.

Bolsonaro disse que, por ele já ter tido a doença, não precisava se imunizar. Na verdade, quem já foi infectado pelo novo coronavírus também tem de se vacinar, só é obrigado a respeitar um mês em quarentena.

A assessoria de imprensa do presidente da República foi procurada para saber se pretendia comentar o episódio, mas até o fechamento dessa reportagem não enviou qualquer resposta.

por Marcos Rogério Lopes/R7

foto: Divulgação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.