Através de decreto do município, Bayeux mantém igrejas abertas com limite de presença

Enquanto em João Pessoa as igrejas o único seguimento que fechou 100%, na cidade de Bayeux os templos religiosos poderão receber 30% dos fiéis. O decreto de Bayeux foi publicado na noite desta quarta e a prefeita Luciene Gomes estabeleceu medidas restritivas a diversos seguimentos, mas não pesou a mão sobre os religiosos como na Capital.
Fica estabelecido, no período de 24 de fevereiro até 10 de março, o fechamento dos seguintes estabelecimentos nos horários a seguir:

Lojas e centros comerciais às 17h;

Restaurantes, bares e assemelhados às 16h;

Supermercados, lanchonetes e lojas de conveniência às 21h, sendo vedada a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nesses locais após às 16h;

Igrejas e Templos religiosos funcionarão com capacidade reduzida a 30% de seus lugares regulados, observando as medidas sanitárias;

As academias de ginástica deverão funcionar com 50% de sua capacidade, sendo vedadas, nestes espaços, as atividades coletivas;

As instituições privadas de ensino infantil permanecem com aulas presenciais e as de ensino médio e superior devem funcionar exclusivamente de forma remota, até o dia 10 de março.

“O Decreto Municipal irá seguir o Decreto Estadual, porém com algumas alterações devido às particularidades de cada município, estamos debatendo esse assunto tão sério mostrando o que está acontecendo e qual a fundamentação para as decisões a partir desta reunião”, afirmou o Procurador Geral do Município, Cecílio Ramalho.

por politicaetc

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.