Na Paraíba: MP identifica indícios de sobrepreço na compra de luvas, aventais e cestas básicas do Estado

O Ministério Público divulgou na última sexta-feira (19) mais um lote de relatórios de acompanhamento de preços praticados pelo poder público, na Paraíba, no combate à pandemia. O trabalho faz uma ‘varredura’ nas compras públicas e em plataformas que identificam a média dos valores de cada um dos produtos adquiridos.

Os auditores identificaram, em quatro relatórios, a existência de indícios de sobrepreço em compras realizadas pelo Governo do Estado. Entre os itens analisados estão luvas, máscaras, aventais cirúrgicos e cestas básicas.

Ano passado relatórios já tinham apontado situações semelhantes em compras feitas pelas maiores prefeituras paraibanas e, também, em cestas básicas adquiridas pelo Estado.

Em algumas prefeituras, as compras extrapolaram os 491%.

Dessa vez os auditores identificaram indícios de sobrepreço na compra de luvas, de 84,65%; de aventuais cirúrgicos, com 39,5%; máscaras, em 60,26%; e também na aquisição de 32 mil cestas básicas, cujo montante excedido pode chegar a ser superior a R$ 100 mil.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Outro lado

O Blog procurou a Secretaria de Saúde do Estado, mas não obteve respostas sobre os indícios apontados nas auditorias feitas pelo Ministério Público.

por João Paulo Medeiros

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.