Pfizer inicia estudo clínico de antiviral contra a Covid-19

A farmacêutica Pfizer iniciou os testes de uma terapia antiviral contra a Covid-19, em estágio inicial nos Estados Unidos. Ela poderia ser prescrita para pacientes no início da infecção, informou a empresa nesta terça-feira (23).

A farmacêutica, que desenvolveu a primeira vacina Covid-19 autorizada nos EUA com a BioNTech SA da Alemanha, disse que o antiviral candidato mostrou atividade potente contra o SARS-CoV-2, o vírus que causa a COVID-19, em estudos de laboratório.

O candidato da Pfizer, denominado PF-07321332, é um inibidor de protease que impede o vírus de se replicar nas células.

Os inibidores da protease têm sido eficazes no tratamento de outros patógenos virais, como o HIV e o vírus da hepatite C, tanto por conta própria quanto em combinação com outros antivirais, disse a empresa.

A Pfizer acredita que esta classe de moléculas pode fornecer tratamentos bem tolerados contra Covid-19, uma vez que os medicamentos atualmente comercializados que funcionam nas mesmas linhas não relataram problemas de segurança.

A empresa também está estudando um candidato a antiviral administrado por via intravenosa em um estudo em estágio inicial em pacientes Covid-19 hospitalizados.

“Juntos, os dois (candidatos orais e intravenosos) têm o potencial de criar um protocolo de tratamento de ponta a ponta, que complementa a vacinação em casos onde a doença ainda ocorre”, disse o diretor médico da Pfizer, Mikael Dolsten, em um comunicado.

O candidato da Pfizer está atrás de duas outras terapias antivirais orais, que já estão em estágio intermediário de testes — a primeira desenvolvida pela rival Merck & Co com Ridgeback Bio, e a segunda pela Roche Holding e Atea Pharmaceuticals.

O remdesivir da Gilead Sciences é atualmente o único medicamento aprovado pela Food and Drug Administration (órgão regulador de medicamentos nos EUA) para o tratamento da Covid-19.

O FDA concedeu uma autorização de emergência para terapias intravenosas da Eli Lilly – bamlanivimabe sozinho e em combinação com etesevimabe e uma terapia de combinação da Regeneron.

por Reuters

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.