Novo decreto: Policiamento será reforçado e quem for flagrado desobedecendo medidas restritivas poderá ser preso na Paraíba

Quem desobedecer as recomendações publicadas no decreto estadual poderá ter consequências graves. Em entrevista ao ClickPB, o coordenador do Centro Integrado de Operações (Ciop), coronel Júlio César de Oliveira, explicou que o procedimento de fiscalização será reforçado e durante as abordagens, quem insistir em desobedecer o decreto será preso. Entre as principais recomendações estão a proibição depois das 16h ao acesso em praia e aglomerações.

“Quem for alcançado em descumprimento da legislação será conduzido a Central de Polícia Judiciária para a lavratura do procedimento policial, caso a conduta seja de menor potencial ofensivo conforme a lei n 9.099/1995 será lavrado o Termo Circunstanciado e na ocasião se o infrator se comprometer comparecer em juízo será liberado, após termo de anuência, para responder em liberdade”, explicou o Coronel Júlio Cesar.

Segundo ele, haverá também o reforço da fiscalização. Além das escoltas de rotinas, haverá um incremento com o efetivo da área administrativa para cumprir a demanda e o que orienta o decreto. “Outros procedimentos também permanecerão sendo realizados e os canais de atendimento para ocorrências 190 e 193 estarão de plantão para ajudar a população”, destacou.

Em face das medidas de restrição diante à pandemia da Covid-19, a desobediência aos decretos, pode ser enquadrado em dois artigos do Código Penal: 268, crime contra a saúde pública, com pena de detenção de um mês a um ano, e multa, bem como 330, que versa sobre crime de desobediência, com pena de detenção de 15 dias a seis meses, e multa.

Dados do boletim epidemiológico, divulgado nesta sexta-feira (26), pela Secretaria de Saúde confirmou 252.889 casos confirmados da Covid-19. Também foram confirmados 48 novos óbitos desde a última atualização, sendo 25 nas últimas 24h. Infelizmente, devido à instabilidade nos dias 22, 23 e 24 no sistema SIVEP, muitos óbitos não foram inseridos oportunamente. Essas informações estão sendo obtidas agora. Com isso, o estado totaliza 5.452 mortes. O boletim registra ainda um total de 182.404 pacientes recuperados da doença.

por Emmanuela Leite

foto Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.