Golpistas se passam por juiz que atua na Comarca de Itaporanga para pedir dinheiro pelo Whatsapp

A modalidade do golpe pelo aplicativo WhatsApp vem fazendo muitas vítimas tomarem prejuízos financeiros na região do Vale do Piancó. Nesta quarta-feira, 31 de março, os golpistas se passaram pelo Juiz de Direito, Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, que atua na Comarca de Itaporanga (PB).

Segundo relatou o magistrado que estava apreensivo e solicitou da Redação do Portal DiamanteOnline que desse ampla publicidade ao caso, visando que amigos ou mesmo desconhecidos possam cair no golpe, um falsário está usando um determinado perfil de WhatsApp para pedir dinheiro a pessoas que possivelmente lhe conhece.

“O número é falso, usa a minha foto e pede que as vítimas depositem quantias em dinheiro em uma conta bancária de terceiro, sob promessa de ressarcimento dos valores no dia seguinte”, comentou.

Eugênio disse que tomou conhecimento do fato após três pessoas lhe reportar a situação.

“Uma dessas três pessoas chegou a depositar o valor de R$ 3.500,00 na conta do estelionatário”, lamentou.

O golpe se torna cada vez mais frequente e somente após cair na lábia dos criminosos, as vítimas procuram as delegacias para prestarem queixa.

Nesta terça-feira, outro golpista tentou derrubar um comerciante de Itaporanga. Desta vez, na modalidade do falso sequestro. A vítima correu para o 13º Batalhão de Polícia Militar em busca de ajuda e em poucos minutos, o policial plantonista descobriu que se tratava de mais um golpe.

por Diamante Online

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.