Nova York começa a vacinar jovens entre 16 e 29 anos contra a Covid-19

O estado de Nova York entrou em uma nova fase de vacinação contra a Covid-19 nesta terça-feira (6) e começou a aplicar doses em jovens entre 16 e 29 anos.

São 1,7 milhão de jovens nessa faixa etária que agora podem marcar um horário para se vacinar, o que elevou para 15,9 milhões o total de nova-iorquinos que podem se imunizar.

Até agora 6,6 milhões tomaram pelo menos uma dose das vacinas (mais de 40% da população do estado) e 4 milhões já foram completamente imunizados (25% dos nova iorquinos).
Adolescentes de 16 e 17 anos só poderão receber a vacina da Pfizer-BioNTech, que é a única autorizada para uso por menores de 18 anos nos Estados Unidos, é necessário o consentimento dos pais.

Já são 34 dos 50 estados americanos que estão vacinando maiores de 16 anos. Os demais já anunciaram quando começarão a imunizá-los.

A meta do presidente dos EUA, Joe Biden, é que todos os estados ampliem a vacinação para essa faixa etária e que 200 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 sejam aplicadas até o dia 30.

Vacinação acelerada

Os Estados Unidos são o país com mais doses aplicadas no mundo (167 milhões), à frente da China (142 milhões) e Índia (83 milhões).

O país é responsável por quase 25% de todas as vacinas aplicadas no planeta, segundo o projeto Our World in Data.

Terceiro país mais populoso do mundo (331 milhões de habitantes), os EUA já aplicaram 49,99 doses a cada 100 habitantes. A taxa muito maior que a da China (9,92) e da Índia (6,02), os dois países mais populosos (com 1,44 bilhão e 1,38 bilhão, respectivamente).

A taxa também é muito maior que a média mundial (8,70) e a do Brasil (10,33). Se destacam no ranking proporcional, à frente dos americanos, Israel (117,14), Chile (57,86) e Reino Unido (54,52).

O país tem aplicado mais de 3 milhões de doses por dia e, no atual ritmo, vai atingir 75% da população completamente imunizada em três meses, segundo a Bloomberg.

Partida com 40 mil torcedores

Ontem, um jogo de beisebol entre o Texas Rangers e Toronto Blue Jays foi o primeiro com a capacidade máxima de torcedores desde o início da pandemia.

Foram mais de 40 mil torcedores na partida, disputada no Texas, e parte dos ingressos foram doados para profissionais de saúde que atuam na linha de frente de combate à Covid-19.

O governo do Texas permitiu que os estádios reabrissem com 100% da capacidade. O uso da máscara era obrigatório, exceto se a pessoa estivesse comendo ou bebendo, mas muitos torcedores desrespeitaram a regra.

Questionado sobre a decisão do Texas, Biden afirmou que “é um erro”. “Eles deveriam escutar o Dr. Fauci [principal epidemiologista americano], os cientistas e os especialistas. Mas eu acho que não é responsável”.

Na Califórnia, pessoas têm visitado campos de flores após a flexibilização das medidas de restrição e com o avanço da vacinação contra a Covid-19.

por G1

foto: Mary Altaffer/AP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.