Filha da deputada Flordelis diz que pagou R$ 5 mil pela morte de Anderson do Carmo

A filha biológica da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), Simone dos Santos Rodrigues, afirmou nesta segunda-feira (26) que pagou R$ 5 mil para matar o padrasto, Anderson do Carmo. Ela foi ouvida pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados como testemunha de defesa no processo que tenta a cassação do mantado da parlamentar.

Simone Rodrigues alegou que uma das motivações do crime seriam as constantes investidas sexuais do pastor. Ela teria dado o dinheiro à irma, Marzy Teixeira, para “resolver o problema”.

“Eu estava em desespero e não aguentava mais as investidas dele. Eu fiquei com sindrome de pânico, fiquei totalmente atordoada, até usei drogas por isso. Eu peguei o único dinheiro que eu tinha e dei para a minha irmã”, disse durante a oitiva nesta manhã.

Simone voltou a relatar nesta segunda-feira (26) que Flordelis não sabia sobre os assédios do pastor e que a deputada não participou do assassinato de Anderson. A versão, que insenta a parlametar, é diferente do que dizem filhos adotivos do casal, que atribuem à deputada o plano do assassinato.

“Ela [Flordelis] não sabia de nada, ela não tinha ciência nenhuma de nada que estava acontecendo”, explicou.

Ouvida Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, Simone está atualmente presa pelo envolvimento na morte de Anderson do Carmo. Investigada por ser a mandante do assassinato, Flordelis esteve presente na sessão que teve início por volta das 10h.

por Lucas Janone/CNN

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.