Ex-prefeitável critica vacinação e diz que governo da Paraíba é “estacionamento” da PF

O radialista e ex-prefeitável Nilvan Ferreira (MDB) disse, em entrevista à Rádio Caturité, na manhã deste sábado (8), que o Governo da Paraíba é ineficaz e desorganizado até com a campanha de vacinação contra Covid-19, além de opinar que nos últimos anos a gestão tem sido capa de jornais e estacionamento da Polícia Federal.

Segundo ele, o mais difícil era a compra das vacinas, e agora o que está ocorrendo é uma sequência de erros na aplicação da vacina. “É [só] você montar a estrutura, convocar vacinadores, tem recurso pra isso, tem logística para isso e nós estamos patinando nisso”, completou.

Na ocasião, Nilvan acusou ainda o governo de vacinar mais de 300 “mortos”, na verdade, pessoas que podem ter utilizado documentos de pessoas que já morreram, além de pontuar questões que também ocorreram, em sua visão.

– Como é que acontece isso? alguém usou o CPF de gente morta para tomar vacina? Quem foram? Quem foram os políticos que tomaram a vacina? Que explicação vão dar para 50 mil pessoas de outros Estados que tomaram a vacina? Quem vai justificar menores de idade que tomaram vacina? – questionou.

O ex-candidato a prefeito de João Pessoa citou ainda que na capital idosos chegaram a desmaiar esperando pela imunização em frente de escolas por falta de organização.

“Não conseguimos nem vacinar as pessoas, não temos capacidade”, finalizou.

por paraibaonline.com.br

foto: Reprodução/Arquivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.