Geraldo Medeiros afirma que Paraíba já enfrenta terceira onda de Covid-19 e a causa é o descumprimento de medidas sanitárias

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, afirmou em entrevista ao ClickPB que o aumento nos casos de covid-19 e na ocupação de leitos demonstra uma chegada da terceira onda da doença no estado e que isso ocorre devido ao descumprimento de medidas sanitárias.

”Já é uma terceira onda em decorrência de que uma parcela da população não adere às medidas de prevenção como usar máscara, manter o distanciamento social e lavar as mãos”, disse.

Na última terça-feira (18), a fiscalização do Conselho Regional de Medicina na Paraíba (CRM-PB) constatou um colapso nos hospitais do Sertão do estado, que estavam com todos os leitos de UTI para Covid-19 ocupados em Cajazeiras, Patos, Pombal e Piancó. O secretário executivo de Gestão de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrammi, fará uma visita à região nesta sexta-feira (21) e deve determinar se há a necessidade de abrir novos leitos.

Geraldo Medeiros, porém, ressaltou que a abertura de leitos é um paliativo e que os recursos humanos para isso são limitados, já que não adianta abrir leitos sem equipes para realizar os atendimentos. ”O que nós precisamos é evitar o adoecimento e as mortes dos paraibanos”, disse, destacando a importância de focar na prevenção.

O secretário disse também que, apesar da alta demanda no Sertão, nesta manhã ainda havia leitos disponíveis no Hospital Janduhy Carneiro e no Hospital Noaldo Leite, em Patos.

por Bárbara Wanderley

foto: Walla Santos/ClickPB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.