Chamado de ‘gordinho ditador’ por Bolsonaro, governo de Flávio Dino multa presidente por aglomeração

O governo do Maranhão multou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta sexta (21) por infração sanitária. A informação é da Folha de São Paulo. A notificação é endereçada ao Palácio do Planalto, em Brasília. O valor da punição varia de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão e será definido depois de o presidente se defender

Segundo o jornal, o auto cita descumprimento da obrigação de uso de máscara de proteção em locais de uso coletivo e acusa Bolsonaro de “promover, em evento da Presidência da República, aglomerações sem controle sanitário com mais de cem pessoas” no município de Açailândia, a 565 km da capital São Luís.

Nesta sexta, segundo dia da comitiva presidencial no Maranhão, Bolsonaro discursou em Açailândia, entregou 287 títulos de propriedade definitiva para famílias que vivem em um assentamento de terra no município e provocou aglomeração.
Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro fez críticas ao governador Flávio Dino por promover o que chamou de ‘ditadura’ com medidas que segundo o presidente promoveram a perda de empregos na pandemia. Bolsonaro chegou a comparar o governador do PC do B com o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, chamando Dino de “gordinho ditador”.

por Polêmica Paraíba com Folha de São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.