Geraldo Medeiros diz que variante Alpha B.1.1.7 do coronavírus Sars-Cov-2 em circulação na PB é até 60% mais transmissível

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou a circulação na Paraíba da variante Alpha B.1.1.7, oriunda do Reino Unido. A afirmação veio após o sequenciamento genético de amostras com alta carga viral, dentro da rotina de enfrentamento da pandemia e monitoramento da doença no estado. Sobre essa variante o secretário de Saúde da Secretaria de Estado, Geraldo Medeiros, disse que apesar não há comprovação científica de que a variante Alpha seja mais letal do que as demais descobertas até o momento. No entanto, sua capacidade de propagação é superior.

Com circulação confirmada na Paraíba, a variante da covid-19 Alpha B.1.1.7, proveniente do Reino Unido, a preocupação e os cuidados precisam ser redobrados. Isto devido ao maior potencial de transmissibilidade. Segundo Geraldo Medeiros, a confirmação se apresenta como uma preocupação a mais para o enfrentamento da doença no Estado.

“A confirmação emite um alerta para a Vigilância de Saúde do Estado, no sentido de monitorar. Fazer sequenciamento dinâmico dessas amostras selecionadas, identificar se há uma maior circulação, no momento, dessa linhagem ou não, desde que esse exame foi coletado, em março, e só agora a Fiocruz liberou o resultado. A população tem que saber que ela [variante Alpha] não tem ainda uma comprovação científica de que seja mais letal do que as demais. A linhagem Alpha tem uma capacidade de propagação maior do que outras, como a variante de Manaus, e chega até 60% de maior propagação comparando com outras”, afirmou o secretário.

por PB Agora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.