Repórter da CNN diz que fogos foram lançados contra equipe, mas chama ato da esquerda de “pacífico”

Durante a manifestação, o jornalista Tiago Américo afirmou que estava afastado do movimento pois fogos de artifício estavam sendo “jogados contra a equipe”. Na sequência, mesmo após o ataque, o repórter disse que o ato havia sido feito “por uma parte bem pequena” da manifestação que, segundo ele, seguia de forma “ordeira e pacífica”.

A narrativa usada pela cobertura da CNN durante o ato de esquerda foi criticada por políticos de direita, como o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). O parlamentar lembrou o episódio dos fogos de artifício usados no protesto contra o Supremo Tribunal Federal, em junho de 2020, em atos que foram chamados de antidemocráticos.

– Fogos de artifício lançados num fim de semana para cima do teto do STF vazio = atos antidemocráticos. Jornalistas da CNN são alvos de fogos de artifício, prática que já matou o câmera da Band, Santiago. E o repórter ainda tem a cara-de-pau de falar em ato pacífico e ordeiro – escreveu Eduardo.

por Paulo Moura

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.