Citado no “superpedido” de impeachment, jornalista diz que não assinou texto

O jornalista Rui Costa Pimenta, do PCO (Partido da Causa Operária) afirmou nesta 4ª feira que não assinou o chamado “superpedido” de impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro. O nome de Rui, entretanto, aparece em quadragésimo lugar na lista de quem assinou o documento. Leia a íntegra (2,7 MB).

O pedido foi protocolado na Câmara, nesta 4ª (30.jun.2021), por partidos políticos, congressistas e entidades da sociedade civil.

“Acabo saber que meu nome aparece no super pedido de impeachment junto a delinquentes políticos e fascistas como K. Kataguiri, J. Hasselmann e A. Frota. Trata-se de um equívoco (quero crer bem intencionado). Não assinei e não assino nem como presidente do PCO nem em nome próprio [sic]”, escreveu Rui em seu perfil no Twitter.

O pedido tem 271 páginas e reúne as acusações presentes em outros 122 pedidos já apresentados à Câmara, além de novas informações sobre supostas irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin pelo governo federal.

O documento atribui 23 crimes de responsabilidade ao presidente Bolsonaro e tem 46 signatários.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que não analisará o “superpedido” de impeachment por agora. De acordo com ele, é preciso esperar que a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado conclua seus trabalhos.

por Poder 360

foto: Divulgação PCO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.