Promotoria pede cassação de prefeita de Bayeux por promoção pessoal e abuso de poder

O promotor Demetrius Castor de Albuquerque Cruz, da 61ª Zona Eleitoral emitiu parecer favorável pela cassação da prefeita de Bayeux, Luciene de Fofinho (PDT), e o seu vice, Capitão Clecitoni (MDB), em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que aponta condutas vedadas e abuso do poder político e econômico durante as eleições municipais do ano passado.

De acordo com Demetrius, dos tópicos investigados, “estão cristalinamente demonstradas a CRIAÇÃO DE PROGRAMAS ASSISTENCIALISTAS EM ANO ELEITORAL e a PROMOÇÃO PESSOAL DA GESTORA”.

O promotor afirma que Luciene forneceu cestas básicas em troca de votos e teria ludibriado os eleitores afirmando o que programas assistenciais do município não existiam antes da sua gestão.

Além disso, ela teria inaugurado e pintado o Hospital da Mulher com as cores da sua campanha eleitoral, o que se refletiu, inclusive, nas vestimentas dos profissionais que trabalhavam no local.

“Esta situação feriu de morte o art.73, inc. I da Lei nº9.504/971 e configura captação ilícita de sufrágio e abuso de poder político e econômico, o que gerou desequilíbrio na disputa eleitoral e evidente prejuízo potencial à lisura do pleito”, pontuou o promotor.

Clique aqui e Confira o documento

por ParaíbaRádioBlóg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.