Cortes de internet e detenções continuam em Cuba

As ruas de Cuba estavam aparentemente tranquilas na manhã desta segunda-feira (12), um dia após os massivos protestes contra a ditadura castrista. Porém, o serviço de internet continua restrito e, segundo informações da imprensa independente, prisões continuam ocorrendo no país. O serviço de internet dos telefones celulares permanece cortado desde ontem, por volta de meio-dia, o que dificultou para que se saiba da real situação no país, especialmente no interior, e sobre o andamento das manifestações.

Após dezenas de detenções ocorridas neste domingo, ativistas e opositores denunciaram nas redes sociais que várias pessoas que foram presas permanecem desaparecidas, após terem participado dos atos, especialmente em Havana. Entre os presos está Luis Manuel Otero Alcántara, líder do Movimento San Isidro, que reúne artistas independentes que protestam contra a ditadura cubana.

Segundo o jornal independente 14ymedio, pessoas que estiveram nas manifestações do fim de semana
estavam sendo procuradas e detidas nesta segunda-feira pelas autoridades cubanas

por Gazeta do Povo

foto: Mariscal/Agência EFE/Gazeta do Povo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.