No dia da prisão, diário de Livânia foi entregue na Granja, ao governador João Azevedo, revela delatora

O diário que estava em poder de Livânia Farias no que em que a ex-secretária foi presa pela Polícia Federal, foi entregue na Granja Santana, no dia 16 de março de 2019, ao governador João Azevedo, na presença do ex-governador Ricardo Coutinho.

A informação foi dada pela própria ex-secretária Livânia Farias, em declaração assinada e entregue à Justiça em um dos processos decorrentes da Operação Calvário, que tramita no Tribunal de Justiça da Paraíba.

“No dia em que fui detida, um dos promotores de Justiça, que coordenava a ação, verificando que se tratava de um diário, me devolveu, tendo eu solicitado ao advogado Sheyner Asfora que entregasse a uma pessoa determinada por mim. Posteriormente soube que o advogado entregou meu diário na noite daquele mesmo dia, na Granja Santana, ao governador João Azevedo, estando presente naquele momento o ex-governador Ricardo Vieira Coutinho”, diz Livânia em documento entregue à Justiça.

Livânia Farias resolveu assinar uma declaração e encaminhá-la à Justiça após ter conhecimento que o ex-governador Ricardo Coutinho pediu a anulação da delação da ex-secretária de Administração do estado da Paraíba.

“Eu, Livânia Maria da Silva Farias, tomando conhecimento de matérias jornalísticas afirmando que o ex-governador Ricardo Vieira Coutinho objetiva anular a minha colaboração junto ao Ministério Público, inclusive trazendo trechos do meu diário, esclareço a verdade dos fatos”, diz.

Segundo conta na declaração encaminhada à Justiça, Livânia Farias diz que alguns dias após sua prisão tomou conhecimento do fato que seu diário teria sido entregue na Granja Santana, ao governador João Azevedo.

“Poucos dias após a prisão, tomei conhecimento desse fato e solicitei ao advogado Sheyner Asfora que fosse buscar meu diário, o que de fato ocorreu, sendo este entregue a pessoa por mim determinada dias depois”, revela. “Os fatos insertos no diário dizem respeito a minha intimidade , não tendo autorizado ao advogado, ou a quem quer que fosse, a divulgação ou repasse do seu conteúdo”, conclui Livânia Farias.

O documento foi publicado pelo Blog do Anderson Soares, que também divulgou a seguinte nota do advogado Sheyner Asfora :

“recordo-me que no dia que a senhora Livânia Farias foi detida o seu diário foi apreendido pelo Ministério Público e, em seguida, liberado por se tratar de algo pessoal. Ela então me pediu para entregar a uma pessoa que ela dizia se tratar da sua confiança. O que assim fiz! Não sendo verdade, portanto, a afirmação que ela faz que entreguei o diário ao governador João Azevedo”.

por Blog Marcelo José

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.