Manifestantes colocam fogo em estátua do bandeirante Borba Gato na zona sul de São Paulo

No dia em que são realizadas manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), um grupo de 15 pessoas ateou fogo em uma estátua em homenagem ao bandeirante Borba Gato na avenida Santo Amaro, zona sul de São Paulo. A polícia não soube dizer se o grupo participaria do protesto marcado para as 15h, com concentração na avenida Paulista. No entanto, o vilipêndio de monumentos que homenageiam símbolos escravagistas faz parte da ação de alguns grupos de esquerda. A estátua de Borba Gato já era visada desde o ano passado, quando o grupo Black Lives Matter, após a morte de George Floyd, começou a tombar estátuas de personalidades históricas consideradas racistas.

“Manuel de Borba Gato fez fama e fortuna na segunda metade do século 18 percorrendo os sertões brasileiros à caça de indígenas para escravizar. Era também um fugitivo da lei e contrabandista de ouro”, conta o historiador Laurentino Gomes. Com dez metros de altura, a estátua em homenagem ao bandeirante foi inaugurada em 1963. Nas redes sociais, militantes e ativistas de esquerda ou de movimentos identitário celebraram o ato contra a memória de Borba Gato. O incêndio foi contido e a estátua permanece de pé.

por Jovem Pan

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.