Morre Duda Mendonça, marqueteiro de Lula nas eleições de 2002

Aos 77 anos, completados na semana passada, Duda Mendonça acaba de falecer, vítima de um câncer no cérebro. Estava internado no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo há dois meses.

Foi o mais célebre marqueteiro político brasileiro. Fez a campanha vitoriosa de Lula em 2002, criando na ocasião o slogan que o petista usa até hoje quando quer piscar para o centro — “Lulinha, Paz e Amor”.

Publicitário de origem (abriu a agência DM9 em 1975, ainda em Salvador, que pouco anos depois teria Nizan Guanaes, seu ex-estagiário, como sócio), Duda estreou no marketing político que lhe daria fama de mago em 1985, quando trabalhou na campanha que elegeu Mário Kertez prefeito de Salvador.

Sete anos depois, foi o marqueteiro de Paulo Maluf, que pela primeira vez se elegeria prefeito de São Paulo por via direta.

Duda também foi personagem fundamental da CPI dos Correios, a do mensalão. Em, agosto de 2005, deu um depoimento explosivo aos senadores, admitindo que recebera pagamentos do PT numa conta no exterior, via caixa 2. A partir dali, terminaria sua relação com o PT. Já internado, Duda recebeu uma visita de Lula, que estava no Sírio para um check up. Foi a primeira vez que se viram em mais de uma década sem se falar.

por Uol

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.