Homem que confrontou Lula no Piauí teve celular quebrado

O homem que confrontou o ex-presidente Lula, durante a passagem do petista pelo Nordeste, revelou que teve seu celular quebrado. Em entrevista, divulgada nesta quinta-feira (19) pela TV Piauí, ele falou que terá que gastar dinheiro para trocar a tela do aparelho.

– O celular está quebrado. Prejuízo de R$ 350 para trocar essa tela. Então, esse ex-presidiário veio aqui só me dar um prejuízo de R$ 350. Mas uma coisa eu não poderia admitir: que eu perdesse essas imagens. Porque eu precisava – relatou.

Segundo a apresentadora Amanda Cavalca, a bicicleta dele foi amassada após o embate.

– Eu abri mão da bicicleta, que é meu meio de transporte. Mas eu não poderia perder essas imagens porque eu não poderia deixar que esse ex-presidiário saísse cantando vitória aqui, no Piauí.

Identificado apenas como Almir, o homem ganhou destaque nas redes sociais por criticar Lula. O vídeo chegou a ser compartilhado pela deputada federal Carla Zambelli, que classificou a gravação como “sensacional”.

– É um prazer, ex-presidente Lula. O senhor é um homem democrático, o senhor respeita a democracia. […] Muito obrigado pelo porto de Cuba, mas o Piauí não tem porto. Em 2022, é Bolsonaro! Pode ter certeza de que Bolsonaro… ninguém ganha dele. Piauí não tem estrada, mas o senhor fez o porto de Cuba. O Piauí não tem porto, mas o senhor fez o porto de Cuba – declarou o homem, no vídeo.

por Pleno News

foto: Reprodução/YouTube/TV Piauí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.