Justiça Eleitoral inocenta prefeito de Ibiara em acusação de compra de votos

A Justiça Eleitoral declarou improcedente uma denuncia contra o prefeito de Ibiara, Nenivaldo Barros, feita pela coligação Uma Nova Luz para Um Novo Tempo, dos partidos Avante e PCdoB, que acusava o gestor de abuso de poder econômico para compra de votos. Segundo a denuncia, Nenivaldo teria utilizado um trator para realizar obras no meio rural da cidade em troca de votos.

“Se busca a apuração de prática de abuso de poder econômico, decorrente da arrecadação e aplicação ilícita de recursos em campanha eleitoral. O objeto da presente demanda versa acerca de utilização de bem público, trator, a terceiro em troca de voto, na forma de realização de obras em residências rurais particulares, por demonstrar captação ilícita de recursos que comprometeriam a lisura do pleito eleitoral”, diz trecho do documento.

O gestor alegou que a máquina foi utilizada como sempre ocorreu, em áreas rurais, sem ter o objetivo eleitoral de captação de votos. A ação foi indeferida por falta de provas.

“Como bem ressalta o Ministério Público, em suas derradeiras alegações, para que haja procedência seria necessário a comprovação da existência de abuso do poder econômico, com provas que demonstrem a utilização de recursos financeiros, comprometendo a normalidade do processo eleitoral”, ressalta a decisão.

“Isto posto, pelo que dos autos consta e demais princípios de direito aplicáveis à espécie, JULGO IMPROCEDENTE a presente AIJE, em desfavor dos investigados, em face da ausência de provas”, conclui.

por Voz da Paraíba

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.