Em 10 anos população de Patos aumenta quase 10%. Confira os números

De acordo com a divulgação feita essa semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população no Brasil chega a 213,3 milhões de habitantes, tendo como data de referência o dia 1º de julho de 2021.

Dentre todas as regiões do nosso país, o Nordeste é a segunda com o maior número de habitantes, com cerca de quase 57,7 milhões de pessoas, perdendo apenas para a região Sudeste, a qual apresenta cerca de 89,6 milhões de pessoas.

Dos estados da nossa região, Bahia é o mais populoso, com 14,9 milhões de habitantes, em seguida vêm Pernambuco, com 9,6 milhões de habitantes, depois Ceará, com 9,2 milhões, Maranhão com 7,1 milhões e Paraíba com 4 milhões; e Sergipe é o estado menos populoso da região Nordeste com 2,3 milhões de moradores.

Com relação ao Sertão paraibano, as estimativas indicam que há uma maior concentração de pessoas, nas cidades maiores, sendo Patos o mais populoso de todos os municípios do Sertão, com 108.766 habitantes, em seguida vem Sousa com 69.997, Cajazeiras com 62.576, São Bento com 34.650 e Pombal com 32.803.

Foi possível verificar então, que dentre os municípios do Sertão, três deles apresentam uma população acima de 60 mil, e além deste trio, outros três apresentam uma população maior que 30 mil.

O Tribunal de Contas da União utiliza as estimativas populacionais municipais como um parâmetro para o cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios, sendo referência para diversos indicadores sociais, econômicos e demográficos. Esta divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013.

O Censo Demográfico 2022 trará uma atualização das estimativas populacionais, bem como subsidiará as futuras projeções relacionadas à população, informações estas que facilitarão no processo de entender como a pandemia afetou os números populacionais. Na projeção realizada em 2021, não foram realizadas pesquisas que apontassem a influência da pandemia no número de habitantes, uma vez que a doença interferiu nos processos de migração, causando a ausência deles, além da necessidade de consolidar melhor os dados de mortalidade e fecundidade, os quais são fundamentais para a compreensão da dinâmica demográfica como um todo.

Confira os dados das principais cidades do Sertão da Paraíba:

1º Patos 108.766 (em 2021), 100.674 (em 2010), 8.092 (aumentou)

2º Sousa 69.997 (em 2021), 65.803 (em 2010), 4.194 (aumentou)

3º Cajazeiras 62.576 (em 2021) 58.446 (em 2010), 4.130 (aumentou)

4º São Bento 34.650(em 2021), 30.879 (em 2010), 3.771 (aumentou)

5º Pombal 32.803 (em 2021), 32.110 (em 2010), 693 (aumentou)

6º Catolé do Rocha 30.819 (em 2021), 28.759 (em 2010), 2.060 (aumentou)

7º Itaporanga 24.960 (em 2021), 23.192 (em 2010), 1.768 (aumentou)

8º Princesa Isabel 23.749 (em 2021), 21.283 (em 2010), 2.466 (aumentou)

9º Conceição 19.030 (em 2021), 18.363 (em 2010), 667 (aumentou)

10º São José de Piranhas 20.406 (em 2021), 19.096 (em 2010), 1.310 (aumentou)

11º São João do Rio do Peixe 18.020 (em 2021), 18.201 (em 2010), -181 (diminuiu)

12º Piancó 16.147 (em 2021), 15.465 (em 2010), 682 (aumentou)

13º Uiraúna 15.356 (em 2021), 14.584 (em 2010), 772 (aumentou)

14º Teixeira 15.333 (em 2021), 14.153 (em 2010), 1.180 (aumentou)

por IBGE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.