Presidente do TCE diz que R$ 1,3 bilhão da Covid nos municípios não foram identificados

O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), Fernando Catão, durante entrevista exclusiva ao programa Rede Verdade, do Sistema Arapuan de Comunicação, afirmou, com base em relatório que deve ser apreciado pela Corte nesta quarta-feira (20), que aproximadamente R$ 1 bilhão e 300 milhões em recursos que chegaram a Paraíba vindos do Governo Federal para o combate a Covid-19 não foram identificados pelo órgão.

Segundo o conselheiro, esse valor corresponde a quase 50% do total de R$ 2 bilhões e 700 milhões oriundos das verbas para o combate à doença nos 223 municípios e a divergência podem ter acontecido na hora em que os gestores paraibanos formalizaram o empenho ou aplicação do valor no sistema, o que resultaria nessa não identificação.

“Recebi o relatório hoje e que deve ser apreciado amanhã. E nele, dos recursos transferidos no ano de 2020 e 2021 para o Estado e Municípios, algo em torno de R$ 2 bilhões e 700 milhões de reais, nós identificamos que 1 bilhão e 300 milhões, nós não conseguimos identificar que aplicação foi feita desse valor no combate a Covid e esses recursos vieram especificamente para isso”, disse.

“Então isso já foi motivo de alerta a todos os prefeitos e ao próprio Governo do Estado e esperamos que na prestação de contas esses fatos sejam esclarecidos. E é aí que entra o serviço de inteligência da auditória que vai se debruçar em cima desses dados”, concluiu Fernando Cartão.

por Assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.