Deputado Cabo Gilberto aceita ser pré-candidato a governador da PB

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva, do PSL, em postagem feita em rede social, informou que está à disposição para a “missão” de ser pré-candidato ao governo da Paraíba nas eleições do próximo ano. O parlamentar, que tem se destacado por atitudes polêmicas, como a de recusar ser vacinado contra a covid-19, é discípulo assumido do presidente Jair Bolsonaro, cujo ideário defende, bem como às realizações do seu governo. Na postagem, ele ressaltou que “a Paraíba precisa de um governador conservador patriota” e acrescentou que em 2022 haverá a chance de mudar o Estado. “Só depende do povo”.

Cabo Gilberto, que invoca lemas como “Deus, Pátria, Família” e acentua que “Unidos somos fortes”, ganhou destaque recentemente, inclusive, na mídia nacional, quando praticamente parou as sessões ordinárias da Assembleia Legislativa do Estado ao insistir em comparecer a plenário sem ter tomado nenhuma dose de imunizante contra o coronavírus, exibindo apenas um comprovante de teste rápido. A Mesa Diretora do Legislativo havia aprovado resolução para o retorno às atividades presenciais depois de quase um ano de paralisação, contendo rigorosos protocolos sanitários, tanto para deputados como para servidores e para eventuais frequentadores da Casa. A presença do Cabo Gilberto em plenário fez com que outros parlamentares se retirassem da ALPB, levando o presidente Adriano Galdino a suspender os trabalhos.

O deputado foi orientado a somente comparecer quando tivesse tomado a segunda dose ou completado o chamado ciclo vacinal contra a covid. Ele protestou e chegou a improvisar um “gabinete” na Praça dos Três Poderes, em frente à Casa de Epitácio Pessoa, marcando participação em sessões online para apreciação de matérias urgentes. Colegas de Assembleia se ofereceram para mediar uma solução e a deputada Jane Panta prontificou-se a levar o parlamentar a um posto de saúde no município de Santa Rita, na Grande João Pessoa, onde ele tem base eleitoral. O Cabo Gilberto acabou tomando a primeira dose na Capital e, depois, justificou que não queria tumultuar os trabalhos da Assembleia Legislativa. Sua pré-candidatura ao governo, agora anunciada, divide os próprios bolsonaristas paraibanos.

por Nonato Guedes/Osguedes

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.