Homem é investigado por se vacinar 10 vezes contra a Covid-19

O Ministério da Saúde da Nova Zelândia está investigando um homem que se vacinou cerca de dez vezes contra Covid-19 no mesmo dia. O suspeito teria sido pago para receber as doses em nome de outras pessoas, segundo informou a mídia local.

O homem é acusado de um esquema fraudulento de “vacinação por procuração”. As pessoas que o contrataram pretendiam obter o passaporte sanitário sem precisar receber o imunizante de fato. Como na Nova Zelândia não é obrigatório apresentar um documento com foto antes da vacinação, pareceu o cenário “perfeito” para a fraude.

Autoridades acreditam que tornar o processo mais rígido pode criar algum tipo de barreira ao avanço da vacinação no país.

– Assumir a identidade de outra pessoa e receber tratamento médico é perigoso. Isso coloca em risco a pessoa que recebe a vacinação com uma identidade presumida e a pessoa cujo registo de saúde mostra que foi vacinada quando não foi – disse a porta-voz de vacinação e imunização da Covid-19, Astrid Koornneef.

A pasta não informou em qual região do país ocorreu o episódio e já advertiu que qualquer pessoa que tenha recebido mais doses do que o recomendado deve procurar um clínico.

por Monique Mello

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.