Grupo LGBT questiona Flamengo por não ter camisa 24 na Copinha

Presidido por Cláudio Nascimento, o Grupo Arco Íris de Cidadania LGBT apresentou ao TJ do Rio de Janeiro uma ação com pedido de explicações ao Flamengo. Segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, o grupo acionou a Justiça por causa da lista de inscritos para a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na relação de 30 jogadores do time carioca, não há nenhum nome indicado para usar a camisa 24.

O clube também não relacionou nenhum atleta para vestir a camisa 12, visto que o número é reservado à torcida, não podendo ser usado por jogadores.

– O fato da numeração do Clube pular o número 24, considerando a conotação histórico cultural que envolta esse número de associação aos gays, deve ser entendido como uma clara ofensa a comunidade LGBTI+ e como uma atitude homofóbica – alega a petição.

Carlos Nicodemos, advogado que representa o Grupo Arco Íris, quer explicações sobre a razão de o número 24 não ter sido incluído.

por Pleno.News

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.