Vox Populi vê Lula consolidado para vencer eleição no primeiro turno

O sociólogo e presidente do Instituto Vox Populi, Marcos Coimbra, afirma que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está consolidado para vencer a eleição ao Planalto em primeiro turno em 2022, lembrando que ele se mantém na liderança de todas as pesquisas eleitorais desde que voltou ao jogo político-eleitoral. Coimbra comentou, em debate na mídia, os números das pesquisas eleitorais e, baseado neles, analisou o cenário eleitoral que vai se firmando para o pleito vindouro. O sociólogo mostrou alguns gráficos, entre eles um que avalia a evolução dos resultados médios de pesquisas realizadas por todos os institutos, de maio a dezembro.

“Em maio, Lula tinha 44$ das intenções de voto. Hoje, ele aparece com 46% na média das pesquisas. Com isso, ele tem votos suficientes para vencer no primeiro turno. A maioria da população conhece, respeita e gosta dele”, ressalta Coimbra. E acrescenta: “Em compensação, Jair Bolsonaro (PL) tinha 23% em maio e agora tem 23%. Há uma parcela relevante, mas minoritária, que gosta dele”. Coimbra também analisou os números referentes ao ex-juiz Sergio Moro, do Podemos. “A primeira vez que Moro apareceu, efetivamente, nas pesquisas, foi em julho. A evolução foi a seguinte: ele aparecia com 8%. Em setembro, 7%; novembro, 10% e agora, 9%. Ou seja, não aconteceu nada com ele”, destaca.

O presidente do Instituto Vox Populi também abordou os perfis do eleitorado petista e do atual presidente. Disse que Lula é “uma avalanche entre pobres, negros, mulheres e jovens. Bolsonaro só tem o apoio de uma classe média composta por brancos, maduros, com escolaridade e renda médias e negacionista”. A vantagem de Lula, de acordo com o sociólogo, é justamente nos segmentos majoritários da população brasileira: negros, mulheres e jovens até 35 anos. Coimbra analisa que Bolsonaro representa o Brasil minoritário. “O que resta do seu eleitorado são pessoas que não acreditam que exista uma crise ambiental e climática, que a terra é redonda, ou seja, tudo que a sociedade civilizada já tem consciência”.

Por outro lado, a “revista Forum” informa que enquanto o ex-presidente Lula cresce em todas as pesquisas eleitorais divulgadas, a popularidade de Jair Bolsonaro (PL) derrete. Conforme pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira pela “Folha de S. Paulo”, o petista conquista 26% dos antigos apoiadores do presidente, enquanto 20% votariam nulo ou branco. Ou seja, um em cada quatro que rejeitaram Lula em 2018 estão dispostos a apoiar o nome do PT em 2022. Já Bolsonaro terá que reconquistar parte considerável do seu eleitorado, visto que quatro em cada dez pessoas não votariam nele novamente. Num hipotético cenário de segundo turno com o PT, representado por Lula em 2022, somente 63% dos que votaram em Bolsonaro contra Fernando Haddad (PT) na última eleição repetiriam a dose. Os apoiadores do PT, por sua vez, se mantêm fiéis: 95% que votaram em Haddad dizem que vão de Lula. Não só entre os petistas que Lula vai bem. Em legendas de adversários diretos, como o PSDB de João Doria e o PL de Bolsonaro, ele tem, respectivamente, 11% e 10% das intenções de voto. Entre eleitores do PSOL, 63% e do MDB 29%.

por Osguedes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.