Festa em cadeia pública tem show de MC e dançarina rebolando

Em Goiana, Zona da Mata de Pernambuco, uma festa com show de MC e dançarinas rebolando foi realizada dentro da cadeia pública da cidade. O caso aconteceu na última sexta-feira (24), segundo a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres).

Um servidor público foi afastado, e três detentos deverão ser transferidos, de acordo com uma nota da Seres. As informações são do portal G1.

A cadeia, localizada na Rua Barro Vermelho, no Centro de Goiana, abriga 105 homens.

Imagens da festa foram registradas em um vídeo que circulou nas redes sociais. Logo no início da gravação, é possível ver uma mulher com top e short rebolando “até o chão”. Detentos sem máscara e com celulares na mão gravam a cena.

A Seres também informou, em nota, que foi marcada uma inspeção no local para esta terça-feira (28), “para apreensão de materiais ilícitos”.

Já a Secretaria de Defesa Social (SDS) disse que “determinou a instauração de inquérito policial e também de investigação na esfera disciplinar para apurar os fatos”.

Também em nota, o Sindicato de Policiais Penais de Pernambuco repudiou o episódio, afirmando que o caso “demonstra a fragilidade da Segurança de estabelecimentos penais”.

DEPUTADO PROTESTA CONTRA FESTA
No Twitter, o deputado federal Carlos Jordy se manifestou contra a festa na cadeia. Segundo ele, o sistema penitenciário é uma piada.

– Festa com MC e mulheres rebolando até o chão. Não foi em um baile funk, foi numa cadeia em Pernambuco. Quem gravou? Os próprios presos. Nosso sistema penitenciário é uma piada! – protestou o parlamentar.

por Pleno.News com informações do G1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.