Paraíba inicia 2022 com cinco pré-candidatos ao Governo

As eleições deste ano acontecem em 2 de outubro (1º Turno) e os eleitores iniciam o ano eleitoral com pelo menos cinco pré-candidatos na disputa pelo Governo do Estado.

Pré-candidato natural à reeleição, o governador João Azevêdo (Cidadania) conta com uma ampla maioria na Assembleia Legislativa da Paraíba. Mas, enfrenta algumas turbulências na base, a exemplo da indefinição do MDB comandado pelo senador Veneziano Vital do Rêgo.

O governador também terá que encontrar a equação perfeita para alinhar Democratas e Progressistas no mesmo palanque. É que Efraim Filho e Aguinaldo Ribeiro são pré-candidatos ao Senado e a chapa só “cabe” um nome.

Por último, aguarda as definições de federações partidárias. O Cidadania conversa com o PSDB. Na Paraíba, os partidos são adversários. Em caso de união, o comando ficaria com João Azevêdo e é dada como certa a debandada dos tucanos.

Por falar em tucano, o deputado federal Pedro Cunha Lima teve o nome lançado para a disputa em dezembro passado. Em postagem no último dia de 2021, disse que “será uma responsabilidade e tanto” participar da corrida eleitoral em 2022.

O primeiro a divulgar o nome como pré-candidato da oposição, ao governo, foi o deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL). Tenta se cacifar como representante da ala bolsonarista no estado. Mas, enfrenta “concorrência”.

É que o comunicador Nilvan Ferreira, que disputou a Prefeitura de João Pessoa em 2020, ficando em 2º lugar no 2º Turno, disse que está no páreo com o PTB.

Ganhou o apoio de Wallber Virgulino, presidente do Patriota, e ao apagar das luzes de 2021, recebeu o apoio do PL de Wellington Roberto e do presidente Jair Bolsonaro.

Ainda tem a vice-governadora Lígia Feliciano, que teve o nome lançado pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Com isso, entregou o cargo que ocupava no primeiro escalão do Governo João Azevêdo.

Mas, em vídeo postado nas rede sociais, garantiu que não houve rompimento. Nem precisava dizer. Depois, gravou outro vídeo em que disse que a “Paraíba está sofrida”. Ela é vice-governadora desde 2015.

Eleições – Este ano, os quase três milhões – dados de 2020 do Tribunal Superior Eleitoral -, irão às urnas para escolher o presidente da República, governadores, senadores e deputados federais, estaduais e distritais.

Eventual segundo turno para presidente e governador poderá ocorrer no dia 30 de outubro. Os eleitos serão diplomados até o dia 19 de dezembro de 2022.

por Sony Lacerda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.