O descaso em Lucena e a incompetência do prefeito que fecha os postos de vacinação aos fins de semana e alega que os moradores preferem beber

A polêmica envolvendo a vacinação contra a covid-19 no município de Lucena, na Paraíba continua. Após os últimos acontecimentos, onde crianças foram vacinadas com doses vencidas para adultos, mais de mil imunizantes foram descartados e mais de 200 pessoas receberam as doses, o prefeito da cidade deu uma justificativa nada convencional ao Ministérios Públicos Federal (MPF), para fechar os postos de vacinação da cidade de sexta a domingo. De acordo com o gestor, “Por Lucena ter uma população praieira, os moradores gostam de tomar bebidas alcoólicas no fim de semana e não se vacinam neste período”.

Assumindo toda a irresponsabilidade como gestor, Léo Bandeira admitiu não ter acompanhado de perto a imunização durante apandemia de Covid-19, mas garantiu ter feito campanhas, porém, o histórico do município mostra a não adesão aos dias “D” de vacinação, organizado pela Secretaria estadual de Saúde, que ocorre em todo o estado. Desta forma o prefeito se mostra incompetente e a população se manifesta de forma desconfiada quanto a vacinação no município.

A Secretaria Estadual de Saúde se comprometeu a assumir a imunização das crianças por pelo menos 30 dias e acompanhar de perto a vacinação dos adultos no município. A incompetência do prefeito e o descaso com a cidade acaba atrapalhando os moradores e colocando a saúde da população em risco, e o caso precisa ser solucionado com urgência. O prefeito Léo Bandeira caminha a passos largos para a destruição de Lucena.

por Polêmica Paraíba

foto: Reprodução

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.